2 de dezembro de 2016

SAIA COM PONTO FOLHA

Vamos fazer uma saia rodada?!
Faça uma base para essa saia.
 Suponha por exemplo, uma cintura de 70 cm e quadris com 100cm, e entre a linha da cintura e do quadril diferença de cerca de 16-18 cm.
Para chegar a densidade da amostra para cintura de 70cm, vamos obter
  29x70:10  = 203 corr.
e para o quadris  com 100 cm, vamos precisar  de 290 corr. ou seja,  29 x100: 10 = 290.
A saia será  dividida em 6 setores.
Arredondar os números de modo a que eles sejam múltiplos de 6.
203: 6 = 33,8 = 34 corr. em um setor;
290: 6 = 48,3 = 48 corr. em um setor, 288 corr..
A diferença - 14 cm assim, mais de 18 cm de cintura para a linha de cada setor, precisamos adicionar 14 corr. na 7ª carr. a esquerda e direita em cada setor.
Quando a densidade do trabalho 15 carr. = 10 cm acredito que precisamos fazer 15x18: 10 = 27 série.
Ou seja, para a 27 série de trabalhos precisaremos adicionar, uniformemente 7 corr.. Nós adicionamos a  cada  4 ª carr. do trabalho.

Após o quadril, comece a dar sentido a saia criando as nesgas com esse gráfico e seguindo essa estrutura aqui:

1ª, 2ª, 3ª carr.: Faça 204 corr.;
4 ª carr.: (2 corr. + 32 corr. + 2 corr.) - 6 vezes = 216 corr.
8ª carr.: (2 corr. + 34 corr. + 2 corr.) - 6 vezes = 228 corr.;
12 p. (2 corr. + 36 corr. + 2 corr.) - 6 vezes = 240 corr.;
16 p. (2 corr. + 38 corr. + 2 corr.) - 6 vezes  = 252 corr.
20 p. ((2 corr.+ 40 corr. + 2 corr) - 6 vezes = 264 corr.;
24 p. ((2 corr.+ 42 corr. + 2 corr) - 6 vezes = 274 corr.,
28 p. ((2 corr.+ 44 corr. + 2 corr) - 6 vezes = 288 corr..



Para a parte inferior da saia segue estas opções guardanapos:


fonte: http://www.liveinternet.ru/users/4124915/rubric/5144929/

VAMOS FAZER RENDA?!

O mundo do tricô é diversificado, amplamente rico e apaixonante!
Essas são características que fazem com que nossa imaginação parta para a criatividade sem pestaneja. 
É muito importante saber que esse leque de diversidade nos permite brincar de forma livre e colorida.
Fios e agulhas se misturam em meio a tantos pontos, como esses aqui:



CUIDADO COM SUAS AGULHAS DE CROCHÊ

A gente que ama a arte de crochetar não quer ver as preciosas agulhas jogadas de qualquer jeito, né!
Então pensando nisso, e cuidando das minhas também, posto hoje essa bolsinha para que você também posso fazer o mesmo.


Material:
1 novelo de Duna Marfim (8176);
Agulha para crochê Duna nº 3.0 mm.

Execução:
Iniciar com 1 cordão de 56 correntes.
Trabalhar em cada corrente 1 ponto baixo, ficando com 55 pontos baixos.
Faça carreiras de ida e volta, todas em pontos baixos.
Um total de 40 carreiras.

Bico de acabamento da parte de cima
1ª carr:
Suba com 3 correntes, formando 1 ponto alto.
Pule 2 pontos de base e faça o leque ( 2 pontos altos, 2 correntes, 2 pontos altos).
Pule 2 pontos de base e faça 1 ponto alto, pule 2 pontos de base e repita o leque.
Siga assim até o final, terminando com 1 ponto alto.

2ª carr:
Trabalhe ponto alto sobre ponto alto e leque sobre leque.

3ª carr:
Ponto alto sobre ponto alto e leque sobre leque, nos espaços dos leques faça 1 picô.

Bico de acabamento da parte de baixo onde vão as agulhas.
Faça mais 2 carreiras de pontos baixos para ficar com um acabamento legal.

Repita as carreiras de leques e pontos altos, num total de 5 carreiras.
Lembrando que na última carreira faça 1 picô entre os espaços de leques.

Modele a peça e una as partes como mostra as fotos com pontos de caranguejo, se não souber fazer o ponto de caranguejo faça pontos baixos.
Na parte de baixo onde vão as agulhas, faça nos pontos altos uma costura com agulha de mão, separando uma da outra.

A parte de cima dobre pelo menos até 3 carreiras dos pontos baixos da base e faça um acabamento com pontos de caranguejo ou pontos baixos.

No meio do trabalho faça um cordão com 82 correntes.
Na terceira corrente feche com ponto baixíssimo formando um círculo e dentro dele trabalhe uma flor com 4 pétalas da seguinte forma: 2 correntes, 3 pontos altos fechados juntos, 2 correntes, feche com ponto baixíssimo no círculo e faça as demais pétalas da mesma forma.
Terminando a flor volte o cordão fazendo em cada corrente de base 1 ponto baixo.


28 de novembro de 2016

4 MANEIRA DE FAZER AUMENTO

Quando falamos de aumento no tricô pensamos sempre no nosso aumento favorito!
E a maioria das pessoas sempre tendem a escolher o que é mais prático e por conseguinte, mas rápido... você deve se sentir livre para usar o que mais se adapta a sua maneira.
Mas, hoje vou te mostrar como costumo fazer aumentos em meus trabalhos e que me tem sido muito útil.


1 - O aumento mais simples é o aumento  o chamado "FIO-OVER" que  consiste simplesmente em você trabalhar movendo o fio sob a agulha direita e depois trabalhando o ponto para a parte de trás do trabalho. (laçada)

Você ver um aumento e obviamente um buraco no tricô que é utilizado precisamente nos trabalhos rendados do tricô.





2 - O aumento  MAKE ONE que quer dizer "fazer um" e é considerado um aumento muito fácil.
Você vai torcer o fio como se fosse a letra "e"  repondo esse ponto na agulha e tricotando em seguida.




Temos um termo no inglês conhecido como M1 ou m1, que pode ser feita de duas maneiras diferentes:


A primeira maneira de fazer uma M1 é pegar o fio horizontal entre dois pontos e torcê-lo.
Tricote normalmente ou de modo que se incline para a esquerda através da inserção da agulha da mão esquerda da frente para trás.

À direita : pela frente, levantar o fio entre 2 pontos com a ag. esquerda e tricotar esse ponto torcido (enfiar a agulha na alça de trás do ponto).

À esquerda : Por trás, levantar o fio entre 2 malhas com a agulha da esquerda e tricotar essa malha na alça da frente.




ou de modo que se inclina para a esquerda através da inserção da agulha da mão esquerda da frente para trás.



e tricotar-lo através da alça de trás



O resultado do aumento a gente ver uma oblíqua direita e uma esquerda inclinada em ambos os lados de um ponto central que aparece assim:





A segunda maneira de fazer a M1 é o método Elizabeth Zimmermann (Ela nasceu na Inglaterra em 9 de agosto de 1910 como Elizabeth Lloyd-Jone. Ela aprendeu a tricotar em método inglês (com o fio na mão direita) com sua mãe e tias, mas posteriormente adotou o método continental (fio na mão esquerda), aprendido com sua governanta suíça, alegando ser mais eficiente e rápido).

Esse método produz o mesmo ponto, apenas na carreira atual em vez da carreira abaixo.


Inclinada para a direita, fazendo um laço na agulha direita como este.









Inclinada a esquerda, fazendo um laço na agulha direita como este





O resultado final parece um pouco como a primeira versão:

3 - AUMENTO DA BARRA


No entanto, outra maneira de aumentar é o ponto através da parte traseira aumento (KFB) dianteira e, também conhecido como um "aumento da barra".
então, sem necessidade de remover o ponto da agulha da mão esquerda, tricote-o através da laçada de trás







Outra forma de aumentar a KFB, que nada mais é do que fazer um ponto meia e um ponto meia torcido em um mesmo ponto, ou seja, tricotando o mesmo ponto duas vezes (Kfb),  também conhecido como "aumento da barra"




4 - AUMENTANDO LEVANTANDO PONTO
Um dos aumentos mais invisíveis é o aumento elevado ou levantado.

Para um aumento com inclinação à direita, levante o p. abaixo do ponto na ag. esquerda e tricotar-lo.

Para um aumento com inclinação à esquerda, levante o p. abaixo do ponto que você acabou de tricotar na ag. direita.

22 de novembro de 2016

7 MANEIRAS DE FAZER POMPOM



Você vai precisar:


Tesoura, lãs nas cores desejadas, rolinhos de papel higiênico ou papelão para fazer o molde, garfo, kit faz pompom e se voce decidir fazer um tapete como o que deixo na postagem, vai precisar também de uma talagarça, de preferência, antiderrapante.


Primeira opção é o Pompom de Rolo de Papel Higiênico

Como fazer:
Pegue rolinho de papel e comece a enrolar a lã em volta dele. Para finalizar passe um pedaço do fio bem no meio dos dois rolos e então prenda com um nozinho. Retire os rolos. Agora é só começar a dar formato no pompom: Segure na base do pompom, corte as laterais e apare o excesso para que fique fofinho e lindo.




Uma segunda opção é o Pompom com Garfo:



Mas, se você preferir, faça um molde  usando papelão (é mais resistente). Se não quiser desenhar a mão livre o molde, use algum objeto redondo, tipo copo e uma tampa de algum vidro, sendo um grande e outro pequeno.  
Vão ser 2 círculos vazados.

Recorte e sobreponha um contra o outro fazendo um corte vertical em ambos. Isso é para facilitar na hora de você retirar o molde. Veja abaixo o passo a passo:

olha como fica a lã disposta no círculo após você enrolar o fio! 

Terminado o processo de enrolar a lã, você amarra com nó bem forte e só então poderá cortar e fazer as aparas para que ele fique lindinho!!!

E, por último, pode fazer também com papel cartão ou pedaço de papelão


Temos também a opção de fazer o pompom diretamente do novelo de lã...












Já ouvi falar da dança das cadeiras?!
Então, antes de sentar pra brincar com a criançada, você poder fazer o seu pompom, alias, um monte deles, de forma muito mais rápida e prática!



E se não quiser perder tempo desenhando, cortando e recortando, você pode optar pelas maquininhas de fazer pompom







Fechando com chave de ouro, deixo este delicado tapete feito em pompom!

18 de novembro de 2016

5 MOTIVOS PARA USAR O QUADRADO DA VOVÓ

Então, lembrar a infância, o aconchego dos braços da mãe e o carinho da avó e algo muito maravilhoso!
E para relembrar esse momento que remete ao melhor da vida, vou mostrar o que os quadrados da vovó poderá fazer no nosso dia a dia!
São modelos baseado em estações, maneira de viver, forma de se definir e estilizar e por que não dizer, curtir a vida! Espero que gostem...
Vamos nessa?!


5 motivos pelos quais você vai usar o quadrado da vovó:

1- Quando você pensa que aquela blusinha branca, sem graça, mas totalmente básica está guardada, esquecida, tem sempre uma saída: coloque uma blusa vazada cheia de quadrados colorindo o seu dia!










2 - Saiu para trabalhar e no meio do expediente você recebe um convite para uma balada à noite. Nada de desespero! Você tem aquela blusa preta feita pela vovó. Basta investir num jeans, colocar uns acessórios e partir. Com certeza vai arrasar!



3 -Vamos para a praia?
Como, eu não tenho nada descolado... Como não, e aquele vestido cheio de charme que traz as colores do verão?
Aí você se dá conta que ele cai muito bem para ocasião e o biquíni fará o resto!



4 - Sem se dá conta que a correria do dia a dia é algo muitas vezes estressante, você precisa de algo moderno e prático! E para se sentir totalmente descolada você poderá usar uma bolsa feita com os quadrados da vovó esbanjando um colorido único. Use de lado, como fazem os carteiros, isso te dará mobilidade e harmonia no look escolhido.
5 - Nem tudo está perdido quando você percebe que aquela reunião agendada para hoje não pode ser adiada... Aí se lembra que a saia que está usando é tão linda e confortável que não impede que seja o seu cartão de visita. Para que fique apropriada basta colocar uma blusa branca, um salto, adereços e tudo estará bem.
Resultado de imagem para saia quadradinhos da vovo croche



Aqui tem algumas sugestões para customizar, crochetar e arrasar!!!




 Crochet granny skirt  ♥LCS-MRS♥ with simple diagram----Patrones Crochet: Falda enteriza Granny Patron: